01 ano sem falhas

The BLOG Project nasceu em 2021. Na época estávamos debruçadas – Amanda, Nina e eu – sobre alguns livros da Brené Brown para aprendermos juntas. Daí saíram vídeos e textos preciosos. A Amanda seguiu escrevendo, então hoje, 2023, são bodas de algodão para ela.

Já a Sara e o Jonas – nossa dupla de psicólogos – eu hesitei um bocado antes de convidar. Não por duvidar de suas habilidades textuais (nunca, jamais, never!), muito pelo contrário… por achar que eles não teriam o menor interesse em escrever para um blog de moda.

Olha a sabotadora aí, gente! Pra começar, esse não é um blog de moda. Nem eu tampouco trabalho com moda propriamente dita. Falo antes sobre comportamento e comunicação frente ao mundo e as ferramentas que escolhi para representar isso são looks. Então, para nós aqui, moda é a ferramenta, não a matéria prima.

Tomei coragem, os convidei em agosto de 2022 e cá estamos completando 01 ano com essa formação. Bodas de papel, portanto.

Ele, o Jonas, eu conheci Joninhas, conforme o chamavam num trabalho voluntário que fazíamos juntos em tempos remotos. Mas você que, assim como eu, lê e ama seus textos, vai concordar que o diminutivo simplesmente não combina pra ele. Jonas é grande. Uma vez eu pedi pra gente citar uma qualidade que gostávamos em nós mesmos e ele citou gentileza. “Eu sou um homem gentil”, nós o ouvimos dizer. Putz, quantos homens a gente conhece que têm a coragem de atribuir a si adjetivos diferentes de potente, ativo, provedor, forte, corajoso, dominante, guerreiro, chefe, racional, etc? Eu respondo: poucos. Bem poucos. Entretanto, gentileza e sensibilidade (outro adjetivo que já o ouvi atribuir a si) são expressões do SER-HUMANO, dos indivíduos, não de gênero.

A capacidade de reconhecer e expressar nossos sentimentos assim, descolados de gênero, é algo que precisamos aprender. Um caminho: ler seus textos de coração e mente abertos. Outro caminho: encaminhar para alguns homens que você conhece.

A Sara eu não conhecia muito bem, pra mim ela era “a esposa do Jonas”. Interessante que, mesmo não sendo próxima a ela, nunca a conectei aquele estereótipo de mulher sombra. A Sara? Não! hahahaha…. desculpa aí o riso solto. A gente brinca entre nós que a Sara é o trator (mesmo ela não sendo, tá?). O fato é que comecei a sondá-la logo que o Blog nasceu, por conta de um valor que me é caro, a diversidade. Eu queria uma mulher negra com lugar de fala que pudesse esclarecer pontos importantes para mim e minha audiência. Se eu consegui? Deixa eu responder com um breve relato:

Certa vez eu a convidei para uma live pelo Dia da Consciência Negra, para falar da importância da representatividade nos meios de comunicação, etc. Na época havia saído uma capa de uma revista importante no meio fashion e eu quis pegar esse gancho para ouvi-la e compartilhar sua perspectiva sobre o tema. Eis que em meio à conversa ela solta essa:

“ – Nós não temos apenas o assunto da diversidade e da negritude para falar, a gente só fala disso porque só nos convidam pra isso. Mas sabemos falar de todos os outros assuntos também, viu?!”

Uma pitada de sarcasmo + seu sorriso amplo + todo esplendor de um colérico vitorioso = eu, pequenininha nos minutos restantes da live.

Você pode conferir esse vídeo no Youtube, se chama a chacina da Dallen em praça pública Representatividade Importa

Respondendo à pergunta: não, eu não consegui o que almejei inicialmente. Eu consegui bem mais. Temos essa pessoa incrível, potente, energética, prática e ao mesmo tempo muito empática escrevendo textos que nos levam ao fundo do poço reflexivo e nos puxam de volta antes que a gente se afogue. Quase sempre são um: ixi… isso é pra mim.

Um pouco mais sobre a Amanda que me fascina. Ela se acha previsível e procrastinadora, mas o que vemos é alguém que se coloca constantemente à prova, se desafia e se supera. É sempre ela com ela mesma e eu tenho a nítida impressão de que o julgamento alheio não lhe afeta (talvez ela diga o contrário).

Autenticidade e vulnerabilidade pra ela – a meu ver – são sinônimos e isso a torna absolutamente forte. Alguém que exercita o amor, o carinho, o toque. Através das suas lentes, expressa sensibilidade há mais tempo, a escrita é um desafio recente. Ao ler seus textos, posso ouvir sua voz com seus trejeitos e pausas reflexivas. Você já a viu discordando de algo? Cuidado! Ela é capaz de divergir e te enquadrar sem que você perceba. Frequentemente, ao final, você a está abraçando e concordando com seu ponto de vista.

Sei lá, eu não consigo ser tão transparente na escrita quanto ela. Às vezes ela manda um inbox antes de publicar: será que me desnudei demais? Vou ler e… sim! Mas isso justamente que é tão fascinante em seus textos.

Well, well, well… Toda semana, há um ano, geramos textos que trazem um pouco (ou muito) de nós.

E para quê tudo isso?

Primeiro, pra gente mesmo. Ao escrever nos validamos, organizamos nossos pensamentos, nossas crenças e nos transformamos. Só quem exercita isso, sabe…

Até onde iremos?

Até fazer sentido. Enquanto isso, que a gente siga se divertindo e se desenvolvendo no processo.

Obrigada parceiros, tenho muito orgulho de nós!

Obrigada galera que nos lê e nos indica, seus comentários e feedbacks são combustáveis pra gente!

Um beijo, sigamos!

Dallen.

Gostou do post? Compartilhe nas suas redes!

Posts relacionados

Eu sou apaixonada por perfis

Desde que comecei a estudar as linhas predominantes no formato do rosto, os receptores sensoriais e elementos envolvidos, uma das coisas que mais me chama a atenção é o rosto visto de perfil, especialmente por 02 características: ação e intuição.

Leia Mais

Coco Chanel: Estratégia de Imagem

Ela dispensa maiores apresentações. Duvido existir alguém na face da Terra que não tenha ouvido falar em Coco Chanel, independentemente da geração a que pertence. A intenção aqui é entender o que fez com que houvesse um Antes e Depois de Chanel. Tudo sob o nosso filtro, naturalmente.

Leia Mais

O estilo Mirabel

Ouça o barulho de um caminhão que se aproxima. Ele está dobrando a esquina lentamente, imponente na sua altura e tamanho, digno de impressionar uma criança de uns 07 ou 08 anos. Antes mesmo de estacionar a criançada já estava em volta, saudando-o numa alegria contagiante. E o que tem nesse caminhão? 

Leia Mais

Alça de sutiã aparecendo, pode?

Hoje vivemos um tempo sem precedentes na História, um tempo em que nos é permitido ESCOLHER. Tudo, absolutamente, envolve escolhas, mas ficando só no campo do sutiã, é super estranho pra gente imaginar que nossas avós ou bisavós não tinham opção de cor, formato, renda, não renda, sintético, orgânico, meia taça, bojo, sem bojo, etc, etc. E essas escolhas – tão comuns pra nós – se refletem no modo como pensamos, agimos e julgamos as coisas.

Leia Mais

Como temperar um joelho🧂

Penso que foi ali que comecei a entender essa história toda de “tempero” que tanto falo hoje. Porque não era meu papel apresentar todo um discurso sobre o que eu achava (tipo: what? É sério isso, produção?). Eu estava ali para solucionar aquele problema “estilístico” e o que eu fiz foi propor-lhe o maravilhoso mundo dos comprimentos mídi. 

Leia Mais

Diga “xis”

No caso da moda, muitas foram as (r)evoluções humanas na qual ela brilhou, ajudando a contar os fatos (…). Interessante que, geralmente, só nos damos conta disso depois, quando lemos os livros, ouvimos as histórias, vemos as fotos… anos depois! Mas é possível fazer isso agora, refletir sobre o que a moda conta sobre o nosso comportamento atual?

Leia Mais

Eu não acredito em evolução

Hoje não se pode mais ofender livremente negros, gays, e mulheres como se fazia antigamente. Ainda há quem reclame que “está muito chato”, mas, vem cá, você preferiria o tempo em que isso era permitido? Fala sério…

Leia Mais

Identidade, pra que te quero?

Temperamento é a essência da pessoa, aquilo que ela herdou “de fábrica” e faz com que ela seja de alguma forma distinta das demais.

Leia Mais

Tudo culpa do útero. Será?

Uma cirurgia feita há um ano pode ter ajudado a desencadear a dor na ATM que levei mais de 01 mês tratando? Sim. Mas como? Nem te conto…

Leia Mais

Criatividade, ativar!

Não tenho orgulho da minha falta de atenção às datas de provas e trabalhos na época da facul, mas gosto do desfecho desse episódio…

Leia Mais

The Morning Show

Análise visagista das protagonistas da série TMS (The Morning Show) é uma série do streaming Apple que se passa em NY e retrata os bastidores de uma rede de TV

Leia Mais

A vida é um fiapo

Tive um sonho essa semana em que estávamos juntas. Não lembro detalhes dele, só lembro que estávamos juntas porque comentei com meu marido no café da manhã. Disse-lhe também a

Leia Mais

TUDO QUE A GENTE VÊ SÃO IMAGENS

Sei que parece óbvio, mas vou tentar transmitir toda a minha surpresa quando eu mesma me dei conta disso. Olhe para a imagem/paisagem/cena que está à sua frente nesse exato

Leia Mais

Relato de um mau atendimento

Missão: encontrar a camisa perfeita para presentear meu marido. Estratégia: ir na loja X do Iguatemi e depois emendar um jantarzinho no restaurante Y. Fazia quase 02 anos que a

Leia Mais

Quanto custa sua autenticidade?

Alerta de gatilho 1: esse texto pode fazer você parar tudo o que está fazendo agora e procurar a resposta a essa pergunta na sua própria vida. Alerta de gatilho

Leia Mais

A SURPRESA NÃO SE SUSTENTA

Você já viveu o suficiente para saber que a empolgação do ano novo acaba depois do brinde. Que o procedimento estético aquele que você tanto queria passa despercebido em poucos

Leia Mais

Consumo COOLsciente – a origem

Ao longo dos anos em que empreendi no TAG de LUX, fui convidada diversas vezes por algumas instituições de ensino para falar sobre consumo consciente e moda sustentável, entre elas

Leia Mais

Poemas de Mário Quintana

Quando eu tinha 19 anos, no amigo secreto do meu trabalho, uma colega me presenteou com algo que se tornaria inesquecível para mim: uma agenda de poemas do MÁRIO QUINTANA.

Leia Mais

Cozinhar, uma analogia

Você gosta de cozinhar? Eu adoro! Costumo dizer que, se tem um ingrediente que não pode faltar na minha cozinha esse ingrediente é… internet! 😛 Isso mesmo que você pensou.

Leia Mais

✨Pequena Epifania✨

Ouvi que Proust, ao comer uma madeleine certa vez, fora subitamente invadido por lembranças e memórias vívidas de sua infância e que o ocorrido lhe causara tamanha transformação a ponto

Leia Mais

Feliz Dia da Mulher

Uma reflexão com significado sobre essa data É março, mês da mulher. Quiseram que fosse apenas 01 dia, mas nós, espaçosas, tomamos conta dos outros 30. A gente é mimada,

Leia Mais

Quem escreve por aqui

Não importa se somos fotógrafos, consultores de estilo, psicólogos ou donas/os de casa. No blog, frequentemente a gente escreve sobre o que está por trás desses (e outros!) rótulos, ou seja, a própria VIDA em curso. Navegue e encontre textos inspiradores sob diferentes pontos de vista!

Amanda Baronio
Dallen Fragoso
Sara Adais
Jonas Filho
Explore

Receba minha newsletter

São 02 por mês com insights e achados preciosos sobre estilo e autenticidade.
Vou amar me conectar contigo por lá!

Copyright © 2024 | Rua Gomes Jardim, 428 - Centro - Novo Hamburgo - RS | CNPJ: 40.622.935/0001-24