Couro fake?

Como é que se chama uma peça de “couro fake”?

Essa pergunta veio pra mim numa caixinha que coloquei nos stories do Instagram quando estava falando sobre tecidos e suas diferenciações.

Achei fantástico e lembrei: aquilo que pra gente é matéria dada, pra outras pessoas pode não ser. Pensei mais: vou falar sobre isso no blog, pois merece ficar registrado.

Você já deve ter visto couro em diversos objetos além de jaquetas e sofás, certo? Acessórios, decoração e peças de roupas que olhando parecem até esvoaçantes de tão macias e de bom caimento. Sim, incrível. Esse é o resultado de cada vez mais pesquisa e tecnologia envolvidas no beneficiamento da matéria prima, que envolve processos químicos e mecânicos.

gif

Contudo, lembremos que o couro é um têxtil de origem animal, uma matéria prima natural, mas que ainda é altamente poluente do meio ambiente, embora já haja descartes eficazes para minimizar esse problema, além de uma fiscalização severa. Talvez por isso o chamado “couro ecológico” foi criado, como uma alternativa para essa demanda. Pera… faz sentido? Não sei… Precisaríamos de um especialista de ambos os lados pra clarear as ideias nesse ponto.

O que não faz sentido com certeza é chamar esse têxtil de couro sintético. Ou “couro ecológico”, ou ainda dizer “é tipo couro”, porque não é. Couro é couro. O outro é sintético ou PU (poliuretano) e tá tudo bem (piada contemporânea).

untitled image

Aproveita e espia o lindo trabalho em couro da minha amiga Cíntia Voges e sua Authentica, marca de couro pelica que entrega em todo o Brasil.

Certa vez, no TAG de LUX, fomos visitados por um fiscal de uma associação coureiro calçadista da região que estava se certificando de como nos referíamos aos produtos de couro que eram comercializados ali. Eu estava mais afastada da porta e minha colega o atendeu. Ele não se identificou como fiscal e deu-se o seguinte diálogo:

– Vocês vendem peças de couro aqui?

– Sim, temos essa, e essa.

Ele pegou, tocou e se certificou de que era couro mesmo. Em seguida, perguntou:

– E vocês têm aquelas peças que imitam couro?

– Puxa, no momento não temos nenhuma.

– Certo. E como vocês chamam essas peças?

– PU – respondeu ela prontamente, meio sem entender o por quê da pergunta.

Eu, que já tinha percebido “algo” naqueles questionamentos, sorri, tranquila. Seja lá o que ele tivesse em mente, passamos. Aproximei-me e seguimos a conversa, triunfantes, todos.

untitled image

O têxtil PU tem essa aparência, o verso é como um tecido mesmo, não como pele de animal. Imagens capturadas da internet.

Hoje sei que era uma blitz, a blitz da Lei do Couro, e estavam em missão de orientar e multar o estabelecimento que respondesse “couro ecológico” à sua 3a pergunta. Quais eram suas prerrogativas?

A Lei brasileira 4.888, de 1965, que proíbe a utilização do termo couro em produtos que não sejam obtidos exclusivamente de pele animal. A sua infração constitui crime de concorrência desleal previsto no artigo 195 do Código Penal, cuja pena é detenção do infrator de 3 meses a 1 ano ou multa. (fonte: cicb.org)

Eu sou muito fã da etimologia das palavras. Gosto de saber o que elas significam, a coisa do dicionário, admiro quem traz palavras diferentes numa conversa e acrescentam novidades ao meu vocabulário – sem ser bossal, claro. Então, nunca vi problema em chamar as coisas pelo seu nome, ainda que eu tenha que reaprender a fazer isso.

E você, já sabia dessa diferenciação?

Como consumidor, há outra grande vantagem em saber diferenciar esses têxteis que vai além da nomenclatura correta: você não compra gato por lebre, ou seja, vai pensar melhor na hora de pagar caro por uma peça de vida útil curta e com menos valor agregado como o PU e vai desconfiar quando o preço pelo couro for muito baixo. Exceto se a compra for ao estilo maravilhosamente sustentável dos brechós e second hands da vida (pega essa dica!)

Não tem melhor ou pior. Basta pensar: meu mundo, valores e bolso combinam com o valor agregado do couro? Voilá! Seja feliz com uma peça que pode durar a vida toda. Se não, tudo bem também. Sua opção pelo PU pode até ser considerada vegana, se for o caso, e terá vida útil mais curta na comparação.

Isso, pra mim, é consumo consciente. SABER o que se está comprando e decidir o que faz sentido no seu universo.

Mas fiquei curiosa, você é team COURO ou PU?

Me conta,

Dallen.

Gostou do post? Compartilhe nas suas redes!

Posts relacionados

As linhas no que a gente veste

Vocês já sabem que a linha é um dos elementos de estilo do nosso visual junto com as cores, as formas, os volumes e as texturas, certo? Mas o quê são afinal essas linhas no que a gente veste? E para quê servem?

Leia Mais

Vivienne Westwood: transgressão, irreverência e moda

Já faz 08 meses que essa estilista incrível nos deixou, mas queremos eternizar ela aqui.

Uma singela homenagem a alguém cujas ideias e ações revolucionaram não só a moda mas, especialmente, a maneira de pensar de toda uma geração.

Leia Mais

A vez do queixo

Veja se você conhece alguém que tenha essa área bem desenvolvida na face, cujo queixo seja projetado quando visto de lado, ou longo no seu comprimento, ou ainda, bastante largo quando visto de frente. Em seguida, pense se essa pessoa também carrega uma tendência a ser determinada, intuitiva, persistente, otimista e competitiva.

Leia Mais

Rihanna: diversidade e empreendedorismo

Para continuar com a série “Mulheres que mudaram a moda e o mundo” escolhemos Rihanna, que tem o dom de chegar chegando e assumir o protagonismo por onde passa. Você assistiu o Super Bowl de 2023, né? Pelo menos, eu sim, e só para ver essa mulher dar O SHOW. Ninguém poderia prever que, Rihanna, cantora de Barbados, teria uma entrada triunfal no mundo da moda. Ela é uma das principais referências quando o assunto é diversidade.

Leia Mais

Eu sou apaixonada por perfis

Desde que comecei a estudar as linhas predominantes no formato do rosto, os receptores sensoriais e elementos envolvidos, uma das coisas que mais me chama a atenção é o rosto visto de perfil, especialmente por 02 características: ação e intuição.

Leia Mais

Coco Chanel: Estratégia de Imagem

Ela dispensa maiores apresentações. Duvido existir alguém na face da Terra que não tenha ouvido falar em Coco Chanel, independentemente da geração a que pertence. A intenção aqui é entender o que fez com que houvesse um Antes e Depois de Chanel. Tudo sob o nosso filtro, naturalmente.

Leia Mais

O estilo Mirabel

Ouça o barulho de um caminhão que se aproxima. Ele está dobrando a esquina lentamente, imponente na sua altura e tamanho, digno de impressionar uma criança de uns 07 ou 08 anos. Antes mesmo de estacionar a criançada já estava em volta, saudando-o numa alegria contagiante. E o que tem nesse caminhão? 

Leia Mais

Alça de sutiã aparecendo, pode?

Hoje vivemos um tempo sem precedentes na História, um tempo em que nos é permitido ESCOLHER. Tudo, absolutamente, envolve escolhas, mas ficando só no campo do sutiã, é super estranho pra gente imaginar que nossas avós ou bisavós não tinham opção de cor, formato, renda, não renda, sintético, orgânico, meia taça, bojo, sem bojo, etc, etc. E essas escolhas – tão comuns pra nós – se refletem no modo como pensamos, agimos e julgamos as coisas.

Leia Mais

Como temperar um joelho🧂

Penso que foi ali que comecei a entender essa história toda de “tempero” que tanto falo hoje. Porque não era meu papel apresentar todo um discurso sobre o que eu achava (tipo: what? É sério isso, produção?). Eu estava ali para solucionar aquele problema “estilístico” e o que eu fiz foi propor-lhe o maravilhoso mundo dos comprimentos mídi. 

Leia Mais

Diga “xis”

No caso da moda, muitas foram as (r)evoluções humanas na qual ela brilhou, ajudando a contar os fatos (…). Interessante que, geralmente, só nos damos conta disso depois, quando lemos os livros, ouvimos as histórias, vemos as fotos… anos depois! Mas é possível fazer isso agora, refletir sobre o que a moda conta sobre o nosso comportamento atual?

Leia Mais

O que dizem as suas unhas?

Imagine fazer uma pesquisa sobre os esmaltes que têm a cor da sua cartela, encontrá-los e então pintar as unhas com eles! Cansou só de pensar? Preferiria encontrar tudo pronto?

Leia Mais

Dê uma chance ao Cardigan

Sua textura maleável e fininha transmite acessibilidade, aconchego. Uma das razões para ser chamado de “casaco de vó”…

Leia Mais

Identidade, pra que te quero?

Temperamento é a essência da pessoa, aquilo que ela herdou “de fábrica” e faz com que ela seja de alguma forma distinta das demais.

Leia Mais

Você é fã de usar roupa preta?

Se a resposta foi SIM, você não está sozinha(o). Muuuita gente marca essa cor como sendo seu neutro favorito nas minhas análises. – E se não tiver preto na minha

Leia Mais

The Morning Show

Análise visagista das protagonistas da série TMS (The Morning Show) é uma série do streaming Apple que se passa em NY e retrata os bastidores de uma rede de TV

Leia Mais

FAZENDO A MALA

E se chove? E se surge algum jantar mais arrumado? E se esse sapato que é novo der calo? E se na hora eu enjoar dessa estampa? Essas e mil

Leia Mais

“É só roupa cara?”

Essa foi uma pergunta real de uma pessoa numa caixinha de perguntas que coloquei no Instagram sobre Consultoria de Estilo. Ela envolve tanta coisa que achei que valeria desenvolvê-la um

Leia Mais

TUDO QUE A GENTE VÊ SÃO IMAGENS

Sei que parece óbvio, mas vou tentar transmitir toda a minha surpresa quando eu mesma me dei conta disso. Olhe para a imagem/paisagem/cena que está à sua frente nesse exato

Leia Mais

Consumo COOLsciente – a origem

Ao longo dos anos em que empreendi no TAG de LUX, fui convidada diversas vezes por algumas instituições de ensino para falar sobre consumo consciente e moda sustentável, entre elas

Leia Mais

A Mulher do Futuro: ESTILO

As suas roupas dizem o quão legal você é? Essa foi a pergunta chave que levou a Vivi a procurar uma Consultoria de Estilo. No caso, ela se deu conta

Leia Mais

“Você precisa ser mais feminina!”

Ouvi isso tantas vezes durante a infância e adolescência que cheguei até a acreditar. Sempre gostei de usar roupas mais largas (adorava roubar algumas do meu irmão), era zero vaidosa

Leia Mais

Chá de Estilo

Geralmente, quando pensamos em estilo, nos vêm à mente as roupas e acessórios que usamos, não é assim? E está correto. As roupas que escolhemos usar dizem muito sobre quem

Leia Mais

Roupa de sair X roupa de trabalho

Você também tem as roupas “de sair” e as “de trabalho”? ⠀ Muitas de nós temos essa ‘divisão mental’ com as nossas roupas, seja por influência materna (menina, vai tirar

Leia Mais

A fórmula mágica da Montagem de Looks

A Montagem de Looks é o dia em que a mágica acontece. Depois de um processo todinho que passou por investigação, autoconhecimento e muito mão-na-massa, finalmente chega o dia em

Leia Mais

Não tenho roupa…

Aquela sensação de abrir o guarda-roupas e não encontrar nada que te represente… Ou estar pilhada(o) para parecer de um jeito, mas não consegue porque lhe falta, parece que… roupa!

Leia Mais

Por que sua imagem importa?

Por que sua imagem é importante? Por que se preocupar com isso, uma vez que o mundo parece estar de cabeça para baixo? Não há coisas mais importantes para se

Leia Mais

Quem escreve por aqui

Não importa se somos fotógrafos, consultores de estilo, psicólogos ou donas/os de casa. No blog, frequentemente a gente escreve sobre o que está por trás desses (e outros!) rótulos, ou seja, a própria VIDA em curso. Navegue e encontre textos inspiradores sob diferentes pontos de vista!

Amanda Baronio
Dallen Fragoso
Sara Adais
Jonas Filho
Explore

Receba minha newsletter

São 02 por mês com insights e achados preciosos sobre estilo e autenticidade.
Vou amar me conectar contigo por lá!

Copyright © 2024 | Rua Gomes Jardim, 428 - Centro - Novo Hamburgo - RS | CNPJ: 40.622.935/0001-24