Não é uma linha reta.

Na vida real o equilíbrio contém o exercício de lidar com o que desorganiza, tira o prumo, com o que nos cansa. A vida não é uma linha reta!

Na vida real o equilíbrio contém o exercício de lidar com o que desorganiza, tira o prumo, com o que nos cansa. A vida não é uma linha reta!

À la Zeca Pagodinho.

A ideia aqui não é que passemos a julgar a nós mesmos, ou nos cobrarmos de forma pouco gentil. O exercício visa nos ajudar a perceber em quais momentos ficamos mais satisfeitos com o que vivenciamos, mesmo que não tenha sido tudo perfeito.

Eu quis voltar pra um lugar “seguro”, mas eu já não cabia mais ali.

Imagina você ter que anotar absolutamente todas as coisas que você quer muito adquirir, porquê vai que você se desvia e se esquece de que quer aquilo. E aí as vezes você já é outra pessoa, já nem quer mais, mas fica preso àquele objetivo traçado inicialmente, não se permitindo desapegar e dar espaço para os desejos e interesses fluírem naturalmente.

Tututi.

Crescer exige que aprendamos a lidar com o que permanece, para então, darmos novos caminhos e construirmos novas relações com essas partes de nossa vida.

O que o tempo cura.

O tempo não tem qualquer obrigação em dar conta da nossa vida. Cabe a nós a compreensão e a decisão acerca do que iremos fazer, no tempo que temos, para construir a história que dá sentido aos nossos dias.

Quando eu quis viver

A vida é muito dura, em muitos momentos e de muitas formas. E à medida que conseguimos aprender a acolher essas dores e dar a elas um lugar adequado em nossa história, vamos descobrindo que conseguimos sobreviver a elas.

A vida vai te encurralar.

Todos os caminhos levam a Roma. Volto sempre pra esse ponto de me questionar: “Por que isso está acontecendo? Como eu poderia ter evitado isso?” Ah claro, eu deveria ter falado sobre como me sentia ou ter deixado mais claro o que era importante para mim. Me deparo com aquela sensação entalada daquilo que não foi dito ou foi maquiado. Com um sentimento de estar a deriva, constantemente refém das escolhas e atitudes alheias.

Tá tudo estranho hoje.

Acho que é culpa do piloto automático, do fantasma da correria que não deixa a gente viver a vida com presença, nos faz baixar a guarda. Parece que a gente anda pra trás. Hoje senti orgulho de mim por comunicar à recepcionista da clínica veterinária que o filtro de água precisava ser limpo. Na minha mente, dizer isso deixaria eles envergonhados por terem deixado o filtro sujo e me faz sentir mal de dizer, mas eu sei que isso é um pensamento, e não a realidade, e ainda que fosse, o filtro está sujo, precisa ser limpo e avisar era algo bom a ser feito.

Insolúvel

Em muitos momentos da vida lidamos com questões que não cabem em nossas mãos. É como segurar uma porção de areia em um dia ventoso. Por mais firmes que sejam as mãos, elas não poderão impedir o vento de soprar.

Conversa

Uma conversa sincera pode ser dolorosa e também curativa. O que acontece quando a gente compartilha o que tem dentro de nós? O que muda nas nossas relações quando nosso pensamento passa a ter som, e ganha corpo nas palavras que colocamos no mundo?